quinta-feira, 29 de julho de 2010

aldeia I







desenhos feitos pelas crianças e jovens da aldeia kuikuro
.

levei um rolo de papel canson, carvão e cera
acabou virando uma festa, acho que eram 30 crianças desenhando juntas a sua aldeia

.

3 comentários:

Beá Meira disse...

Que legal Silvia!
Eles todos desenharam a tribo.
Foi você que pediu?
Ou os mapas sairam espontaneamente?

disse...

eu pedi, beá
na realidade eu queria fazer o mapa da aldeia, havia combinado com dois indios jovens que me viram medir a aldeia em passos e toparam me ajudar, mas na hora " de tarde" eles tinham ido pescar...
a história havia se espalhado e a cecília apareceu com uma verdadeira tropa de crianças que cruzaram a praça central batendo os pés e cantando: de-se-nho, de-se-nho! foi incrível!
desenrolamos uns 6 metros de papel sob a mangueira e todos sentaram em volta munidos de carvão.
a coisa aconteceu numa harmonia incrível, naturalmente se agruparam por idade, os mais velhos fizeram o desenho da esquerda, as crianças os do meio e os mais novinhos, o da direita... depois chegaram mais crianças e cortei novo pedaço de papel.
fiquei realmente impressionada como todos tinham plena noção espacial de onde habitam!

Beá Meira disse...

O que mais impressiona, além da compreensão espacial é o uso dos outros elementos; animais, vegetação e palavras, para complementar o registro. Uma verdadeira iconografia da tribo, reaparece em todos os desenhos.