terça-feira, 27 de outubro de 2009

aquarelas desengavetadas


enconteri na papelaria do quarteirão um produto que tive vontade durante muito tempo, desde o tempo da fau quando o carlito me mostrou. era início dos anos oitenta, estavámos trabalhando juntos num projeto, e ele grudava todos os desenhos na parede, direto, sem qualquer espécie de fita adesiva. como? com uma massinha adesiva que trouxe da alemanha, dizia ele, curiosidade total da minha parte, como funciona? não estraga a parede e nem o papel? dá para usar um monte de vezes? é quase "eterna"? era sim para todas estas peguntas, sim! imediatamente desejei um pouco desta maravilha. um dia a vi, levemente pegajosa a massinha cinzenta vinha dentro de uma caixinhinha de acrílico transparente (como grande parte dos materiais de desenho), estava quase inteira. ele não me deu nem um pedacinho de tão preciosa que era, seria o mesmo que pedir um pouco do ouro dele, ninguém daria. então fiquei querendo. e outro dia encontrei para vender aqui na papelaria pertinho da minha casa (muito boa papelaria, quebra muito galho) e lá estava ela! agora branquinha, cortada feito tagliarini e picotada em gomos no outro sentido, são quadradinhos pré-cortados, muito prático (talvez desnecessário) (muita embalagem). é da pritt, chama-se multi-tak - masitas adhesivas . é boa? perguntei para a dona da papelaria. é muito boa, pelo menos o centro britânico compra muito, muito mesmo, nem sei o que eles fazem com tanta... disse ela. comprei e experimentei, abri a gaveta e colei um monte de aquarelas pelas paredes, sem moldura, vidro ou prego. sem barulho. removéivel e substituível.








aquarelas

.

4 comentários:

franka disse...

nossa, dá um pouquito pra mim?

anna disse...

muito legal mesmo.
ô silvia, o que é que está atrás da primeira aquarela?

disse...

póde pegar, franka!

disse...

atrás da primeira, annna? é uma frestinha do meu quarto! ahaha