sábado, 27 de outubro de 2007

polvo



durante conversa de polvo, ontem

.

24 comentários:

Fernanda disse...

Muito bom! Cheio de movimento....

Ivana Arruda Leite disse...

Silvia, adorei seu blog, vou linkar no Doidivana. Um beijo

disse...

fernanda, a conversa foi assim mesmo, cheia de movimentos tantaculares!

entrei no mais canela, achei legal seus cadernos e também esta proposta do 5 minute doodle... parece um pouco a proposta do projeto Duplas, que fiz com a Beá

aliás, você devia entrar no blog dela: cadernosdabea.blogspot

disse...

Ivana, que prazer recebê-la aqui!

será uma honra ser linkada no Doidivana!

franka disse...

não sei o assunto, mas parece que os fios estão bem desembaraçados.

GUGA ALAYON disse...

Polvo De Vidro

Aos oito cantos o seu corpo
Partido
Banido
Aos oito ventos os seus oitos
Seus cacos
De vidro
O seu veneno incomodando
A tua honra
O teu verão
Presta atenção

Aos oito cantos suas tripas
De graça
De sobra
Aos oito ventos os seus oitos
Deus cacos
De cobra
O seu veneno arruinando
A tua filha
A plantação
Presta atenção

Aos oito cantos seus ganidos
Seu grito
Medonho
Aos oito ventos os seus oitos
Seus cacos
De sonho
O seu veneno temperando
A tua veia
O teu feijão
Presta atenção
Presta atenção
Presta atenção
Presta atenção
Presta atenção

GUGA ALAYON disse...

faltou mudar uma cobra por um polvo.
bj

disse...

franka, de fato, acho que desataram-se os nós!

disse...

não acredito, guga, esta seria a letra de uma música do chico!
oito hahaha octopoda!

o curioso que para transformar uma cobra num polvo foi só multiplicar por dois!! será uma proeza do Deus-cacos?

outro dia, eu encontrei esta letra, e estou com ela, quieta, digerindo, feito uma sucuri, mas a carne é um pouco fibrosa demais...

valeu!

GUGA ALAYON disse...

Bê, o segredo da carne fibrosa é o mesmo da preparação do polvo. Saber o quanto batê-la e cozinha-la. Nem mais , nem menos.
bj

disse...

guga, aprendi, outro dia, com um especialista que não se deve surrar o polvo (como inclusive já fiz), disse-me que o truque é jogá-lo rapidamente em água fervente e em seguida pendurá-lo e deixar relaxar... e deixar a gravidade agir

acho que estou neste ponto, aguardando o próprio peso agir a favor... daqui a pouco vira desenho e tudo se resolve!

Marcio Gaspar disse...

o que me incomoda no polvo é aquela cabeça mole, caída... mas você optou por desenhar só os tentáculos. ainda bem.

anna disse...

só o dr. nemo prá encarar esse polvão.

agora, fatiado, disposto num prato com azeite e batatas... pódexa que esse eu encaro.

disse...

márcio, a cabeça fica mole e caída quanto ele está morto!!

esse está vivinho!

disse...

hummm, anna
um belo polvo bem servido ( e sem cabeça) hummm

Marcio Gaspar disse...

cabeça de polvo vivo tb é mole e caída, silvia... blaaargh!!

drake disse...

o polvo tem uma pele enorme, cheia de de aberturas pro mundo externo...curioso esse bicho, inteligente, sensível e delicioso !!

Beá disse...

O que eu gostei mesmo foi você ter postado um desenho de caderno pautado!
Adorei a letra de música, mas além da cobra faltou também o "c" no oito.

disse...

drake, drake, esta era a sua conversa!

disse...

é, taí, a beá abriu uma porta!

beá, este caderno é uma belezinha, reparou que as linhas estão alinhadas de uma página e outra? e melhor, ele abre inteiro, sem lombada ou espiral e como se não bastasse, o papel ainda é pesado!

mas nada comparados aos seus
Visitem os cadernos da beá!

disse...

ô márcio, será que a cabeça dele é feita para se encher de água?

Fernanda disse...

Muito bons os cadernos da Beá. Não resisti, também linkei.

: )

O 5 minute doodle é um super exercício (assim como o Illustration Friday - http://www.illustrationfriday.com - do qual participo quase toda semana)

Um abraço!

Beá disse...

Oi, Fernanda também já estive no seu blog,
Vou mandar o link para uma amiga que é fissurada em gatos.

disse...

fernanda e beá, ahahah, olha só o "monstro" se empanturrando!!